Boris Dov Bikas, como um hippie descobriu o amor de Deus Pai

O pai de Dov costumava beber muito, tentando fugir das lembranças dos seus parentes que morreram durante o Holocausto. O próprio Dov tornou-se um viciado em drogas, mas ele foi liberado depois que ele veio a conhecer Jesus como o Messias. Assista a este incrível testemunho. “Como um hippie descobriu o amor de Deus Pai.”





Legendas de vídeo youtube

As pessoas na Holanda acham que Israel é uma Terra Santa, Mas não é tão santa. Nós estamos agora no centro de Tel Aviv, um dos lugares mais miseráveis em Israel. Há muitos refugiados, prostitutas, viciados em drogas. Eu quero mostrar-lhes este lugar, porque há 25 anos, um holandês, John Pex, compartilhou o evangelho comigo. Sem ele, eu provavelmente teria acabado a minha vida aqui, nesta área. Assim, podemos dizer que Jesus realmente salvou a minha vida, fisicamente, mas também espiritualmente.

Shalom. Meu nome é Boris Dov Bikas, eu tenho 52 anos. Eu nasci na Lituânia, na antiga União Soviética. Minha formação é muito judaica. Pode ser dito que os meus pais são sobreviventes do Holocausto. A maioria dos parentes do meu pai foi assassinada pelos nazistas. Quando eu tinha 12 anos, nós imigramos para Israel. Meu pai era um sionista. Quando chegamos em Israel, a vida não foi fácil para os meus pais. Eles trabalhavam longas horas. Então eu cresci na rua com meus amigos. Começamos a fumar cigarros, beber álcool Mais tarde também drogas, como haxixe. Meu conceito da vida era apenas procurar diversão, e não fazer nada. Meu pensamento estava completamente confuso, totalmente errado.

Então, eu realmente nunca estudei, eu nunca trabalhei. Eu era uma espécie de hippie. Fui para o exército por três anos. Quando eu tinha 21 anos acabei o exército. Eu continuei vivendo o mesmo tipo de vida. Vácuo. Quando eu tinha 25 anos eu morava em Eilat, com meu irmão. E então, um dia eu conheci um holandês, o nome dele é John Pex. Ele me falava da sua fé em Jesus. Eu gostei dele, ele era um cara muito legal. Mas, no ambiente em que eu cresci, nós costumávamos odiar os gentios e cristãos, por causa do Holocausto. Eu era muito contra a Bíblia. É interessante, eu não sabia que a Bíblia cristã é, na verdade, uma tradução do Tanakh judeu. A maioria dos israelenses também não sabe disso. A maioria dos israelenses acha que a Bíblia cristã é algo como o Alcorão.

Há um albergue Cristão para jovens, dirigido por John Pex, chama-se The Shelter (O Refúgio). Comecei a visitar aquele lugar. Gostei do lugar. Eu gostei dos jovens, especialmente dos crentes. Eu podia ver que eles eram felizes sem beber ou fumar. Eu vi que eles tinham algum propósito na vida. Eles tinham algo que eu não tinha naquela época. Mas mesmo assim, sendo judeu, foi muito difícil para mim. Eles me convidaram para estudos bíblicos. Todos os dias havia estudos bíblicos lá. Quando os estudos bíblicos estavam para começar, eu costumava sair.

Um dia, na prateleira eu encontrei um livro em Hebraico. Eu não sabia, mas era um livro sobre Yeshua. Eu pensei que era apenas uma história. Eu não sabia que, na verdade, eram os quatro Evangelhos na linguagem moderna. Eu pensei que era apenas um livro, porque eu não conseguia segurar uma Bíblia nas mãos. Lembro-me de uma vez que alguém me deu uma Bíblia na praia, eu a joguei no lixo. Portanto, este livro, eu não sabia que era o Novo Testamento, por isso eu comecei a lê-lo. Lembro-me de quando eu cheguei ao capítulo 5 de Mateus, o Sermão da Montanha, e comecei a ler. Em primeiro lugar, eu compreendi que pessoas como nós não poderiam dizer palavras tão especiais. Eu podia ver e sentir que Jesus era algo de cima, alguém muito especial.

Ao ler o Sermão da Montanha, minha vida começou a mudar. Primeiro de tudo, eu senti que eu sou amado. Eu acho que isso é o que estava-me faltando na minha vida inteira. Senti-me especialmente tocado no meu coração quando li as palavras de Jesus, onde ele chama a Deus seu Pai. Algo aconteceu no meu coração quando compreendi que Deus também é o meu Pai. E também senti uma paz muito especial em meu coração, que eu nunca tive antes. Eu estava tão deprimido, pensando mesmo em cometer suicídio. Eu tinha apenas 25 anos de idade. E então eu lia e relia os mesmos versos, os mesmos capítulos. Comecei a perceber que a minha vida estava mudando de forma sobrenatural. Eu simplesmente parei de fumar, de consumir álcool e haxixe. Eu acho que a mudança aconteceu dentro de uma semana. Eu parei de usar o cabelo tão longo, eu parecia um hippie. Eu cortei meu cabelo, e joguei fora todas aquelas roupas, das quais eu estava tão orgulhoso.

Muitas outras coisas boas aconteceram na minha vida. Até aquele momento, eu odiava as pessoas. Eu só gostava dos meus amigos e odiava o resto das pessoas. Depois que Jesus entrou na minha vida, eu comecei a amar as outras pessoas. Além disso, o relacionamento com os meus pais mudou completamente.